Independentemente do setor em que trabalha, seja na indústria de transformação, automóvel, geração de energia, petróleo e gás, Smart Cities, etc., o OPC Unified Architecture (UA) tornou-se o padrão industrial de interoperabilidade de comunicações que permite integrar todas as informações de campo em qualquer plataforma de gestão ou exploração de informação, independentemente de fabricantes e marcas comerciais. Desde o sensor à nuvem, o OPC UA foi projetado para ser a solução para as limitações dos restantes protocolos convencionais ou proprietários.

Que benefícios específicos tem para um cliente final a utilização do OPC UA em vez de outros protocolos? Nesta publicação, resumimos isto recorrendo aos pontos mais importantes:

1. Evita soluções cativas

O uso de um padrão que não pertence a nenhum fabricante permite-lhe não ficar preso a uma solução proprietária que lhe imponha grandes custos de mudança de tecnologias. Se deseja substituir um único elemento por outro que se considera melhor, não é necessário mudar todo o sistema já montado. Sem dúvida alguma, a principal vantagem do OPC UA é a garantia de interoperabilidade.

2. Assegura integrações simples

:Ao ser considerado um protocolo padrão, um grande número de sistemas de gestão de dados –SCADAs, ERPs, plataformas IoT, sistemas MES, etc. – são capazes de comunicar por OPC UA. Por isto, se a comunicação com um campo se faz através de servidores OPC, assegura-se uma implementação sem sobressaltos.¡

3.Permite um acesso seguro

A segurança é um aspeto fundamental do OPC UA e isso pode ser observado nos diferentes métodos de proteção que o protocolo oferece. Isto implica que qualquer mensagem entre o servidor e o cliente OPC UA inclua uma assinatura encriptada para verificar a autenticidade das mensagens.

A segurança, por si só, já é importante, mas, acima de tudo, permite a troca fiável de dados entre elementos separados dentro da mesma rede, nos dois lados de uma DMZ ou mesmo entre sistemas em locais diferentes e através da Internet. Exemplo disso é um sistema de manutenção preditiva que analisa um tipo de máquina implantada em pisos diferentes.

4.Elimina as ilhas de dados

Num momento em que se tende cada vez mais para a análise contínua da informação, seja para a extração de indicadores como o OEE ou para problemas de manutenção preditiva – entre outros -, o uso de servidores OPC permite integrar qualquer tipo de dados de campo, independentemente da sua origem. Desta forma, poderá monitorizar-se e supervisionar-se todo o processo, sem ter caixas negras das quais somente se conhece o “input” e o “output”.

Sem entrar num nível técnico, é fácil observar que todas estas vantagens se repercutem de forma direta no dia a dia de um cliente final, a todos os níveis: no conhecimento atual e futuro do seu espaço, na facilidade e rapidez das implementações e na escalabilidade da solução. Em suma, o OPC UA é uma solução poderosa cujo uso não implica riscos.

 Se deseja ficar a saber um pouco mais sobre como funciona o OPC, convidamo-lo a ler a nossa publicação “O que é o OPC e o que é um OPC Server.”